BGS 2019 – Entrevista na Warpzone

Durante nossa visita na Brasil Game Show de 2019, visitamos vários estande interessantes na maior feira de games da América Latina e inúmeras atrações, uns dos estande que estava novamente no evento era da Warpzone, que é conhecido por se o ponto de encontro do público retro-games, com youtubers, revistas, matérias que remetem a velha-guarda e muitos mais.

E também tivemos o prazer de estar falando com Cleber Marques, fundador da Warpzone em uma entrevista feita por nosso querido Valter, que agora vocês podem vem em texto:

Valter: Ola extreme Valter na BGS 2019, último dia estamos aqui na warpzone, prazer Cleber novamente.

Cleber: Prazer, muito obrigado pelo espaço e por nos visitarem aqui.

Valter: Olha só cara é um prestigio maravilhoso, para você que gosta de retrô, não deixe de participar também da página da Warpzone, que tem os essenciais que vocês não podem deixar de comprar, é maravilhoso, temos do The King of Fighters, do Resident Evil entre outros, então não deixe de visita a página, visite também a loja deles que é maravilhosa. Eu comprei o essencial do The King of Fighters, que eu amo o jogo, eu fiquei a madrugada inteira vendo o essencial porque como eu já sou fã de carteirinha de fliperama, então eu precisava fazer isso, mas eu tenho novas perguntas para eles aqui, e tem uma que é explosiva. Então eu queria fazer essas 2 perguntas primeiras perguntas.

1 – O que é a Warpzone? E seu proposito para o nosso público?

R: Olha a Warpzone é um grupo de mídia independente, a gente começou como editora, mas agora a gente tem nossos  livros, as nossas revista, podcast, portal de notícia, canal no youtube, e o nosso Objetivo é isso aqui que vocês estão vendo, juntar a comunidade que curte retrô-game vem na BGS e se encontra aqui no nosso estande, o nosso maior objetivo é trazer de volta aquela sensação gostosa dos jogos dos anos 80 e 90, para os dias de hoje. Eu acho que a gente está conseguindo olha aqui.

Valter: É sensacional o que está acontecendo aqui nesse estande pessoal, vocês não podem deixar de vim aqui, ou nesta edição obviamente dar tempo, mas… se acaso não der, ano que vem não deixe de vim na BGS, será que teremos estante na BGS ano que vem?

Cleber: Já está fechado!

Valter: Perfeito. Então vamos para a segunda pergunta.

2 – Previsão de projetos para esse ano e para que vem? Tem alguma?

R: Olha a gente tem previsão sim, já estamos fazendo o livro do Master System, “definitivo Master System”, que vai ter mais de 250 páginas, com toda história do Master System, Game Gear no Brasil e no mundo, e lista de todos os jogos, sai no 1º primeiro semestre de 2020.

Valter: Perfeito, maravilhoso, agora vem aquela pergunta bombástica

3 – Qual seria o futuro dos jogos, sem a presença do mundo retrô-games no mercado?

R: Seria um futuro muito ruim, muito monótono e um futuro de filme, porque a gente só assiste, a gente gosta é de jogar! O mundo retro estando ativo ainda hoje, deixa a gente jogar com aquela diversão, com aquele sentimento de anos 80 e 90, a gente gosta de jogar e não de assistir, não é verdade?

Valter: Exato.

Cleber: E isso a gente consegue com o mercado indie, a gente tem visto cada lançamento lindíssimo, “Blazing Chrome”, “The Messenger”, jogos fenomenais, que a Warpzone está cobrindo “um a um” nas nossas revistas hein, a galera tem que ficar de olho, e esse é o meu sentimento. Sem esses jogos o futuro seria muito chato.

Valter: Perfeito Cleber, agradecido pela participação incrível, tanto aqui na BGS, quanto em nossas vidas porque vocês são nossos heróis.

Cleber: Obrigado eu que agradeço.

Esta entrevista também contará com uma versão em vídeo, quando ela estiver disponível estaremos atualizando o vídeo aqui.

Continuem ligados na Extreme Players para mais entrevista na BGS 2019 e noticias do mundo dos games.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *